A Amizade é um Amor que nunca morre!

Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

 

… Um dia ele disse-lhe com um ar sério:
 
- Amanhã como tu não trabalhas eu vou também ficar em casa, não vou trabalhar, preciso de te perguntar uma coisa!
 
- Aconteceu alguma coisa?
 
- Não tranquila, está tudo bem!
 
No dia seguinte, os dois em frente ao computador, ele de branco e com um olhar sério mas meigo, perguntou-lhe:
 
- Queres casar comigo?
 
Ela começou a sentir as pernas a tremerem, o coração acelerado e as faces a ficarem molhadas por lágrimas de ternura, de amor, de alegria mas ao mesmo tempo de tristeza. Pois estava ali a sua felicidade e ela sem conseguir agarrá-la e diz-lhe:
 
- Mas… como podemos?
 
- Podemos se tu me disseres sim. Ficaremos casados perante Deus e perante os nossos corações e isso é que conta porque te amo demais Princesa, és a mulher da minha vida!.
 
Ela olhou para aquele rosto que tanto amava e já conhecia de cor, sorriu e apenas conseguiu dizer:
 
- SIM! É o que eu mais quero!
 
E nesse dia cada um ficou com uma metade do coração do outro.
Todos os dias quando se despediam, ele dizia-lhe:
 
- Não deixes que te “distraiam” de mim!
 
Ao que ela apenas respondia:
 
- Impossível isso acontecer, porque não quero, não posso e não consigo e sabes porquê? Porque te amo mais que à minha própria vida e porque o meu coração está cheio com o amor que sente por ti, tu ocupas todo o meu coração, não sobra nem um espacinho!
Mas tu também não deixas, não???
 
- Não Princesa, tranquila!
 
E passaram-se alguns anos com altos e baixos, muito namoro à mistura, muitas juras de amor até à eternidade e para além dela, entre duas almas que se diziam gémeas, mas também entre algumas mágoas que com o amor que diziam escrito nas estrelas conseguiram ultrapassar. Até que um dia, em que na véspera tinham-se despedido com um “Amo-te”, ele pede-lhe um tempo, que precisava de um tempo pois estava com problemas graves e precisava de toda a concentração para os poder resolver. Ela ficou sem uma pinga de sangue e quando desligou o telefone, chorou, chorou durante dias, semanas, mas entendeu que os problemas de que ele tinha falado eram realmente algo a que ele precisava de se entregar de corpo e alma para resolver e deu-lhe todo o tempo do mundo.
  

 

publicado por desabafos_da_Ana às 06:00
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

16
17
18

21
22
23
26

28


últ. comentários
Obrigada, uma Boa Páscoa para ti tambem. Um beijin...
Olá amiga Ana . parabéns pelo bom gosto na escolha...
Olá grande Amigo, fico feliz que tenhas gostado. E...
Olá! Venho só dar-te os meus parabéns pelo bom gos...
Obrigada Mano, acertaste no dia mesmo em cheio, fo...
Olá minha querida amiga. Só hoje encontrei o teu c...
Meu querido Mano e Grande Amigo, que saudades. Est...
É um poste de alguém que sempre soube o que quer e...
Obrigada! Sabes este post nao é sobre o amor, é so...
Muito poderoso o teu texto sobre o amor. Há nova p...
mais sobre mim